Biblioteca Armando Corrêa da Silva

acs

 

Natural de Taquaritinga (São Paulo, 1931), Armando Corrêa da Silva foi “um espírito livre dos cânones acadêmicos”, diziam aqueles que comungavam de seu conhecimento e de sua presença, um poeta e músico que jamais foi indolente em suas articulações conceituais, costuradas sempre com rigor científico. Vindo da Sociologia, foi na verdade um filósofo que “habitou” a Geografia. Professor titular do Departamento de Geografia da USP nos anos 1990, de espírito agudamente provocador, Armando, incompreendido e pouco lido em vida, foi plural quanto o assunto era método, circulando pela dialética e pela fenomenologia, passando pelo estruturalismo como forma da argumentação, sem nunca resvalar no positivismo.

Dentre seus inúmeros textos (muitos deles de penoso acesso, espalhados em cópias físicas na mão de poucos) – seus ensaios, artigos, teses, divagações, poemas – destacamos aqui algumas de suas coletâneas, seu material para estudo por excelência, publicadas em forma de livros e contendo o núcleo de suas ideias, são elas: “O Espaço Fora do Lugar” (1978), “De Quem é o Pedaço?” (1986), “Geografia e Lugar Social” (1991) e “Saudades do Futuro” (1993). Mais tantos outros, dispersos em revistas e boletins acadêmicos brasileiros e estrangeiros. Afinal, como bem resumiu Eliseu Sposito, Armando era dono de uma “simplicidade (e não precariedade) nas asserções e articulações complexas de seus argumentos”, e essa era talvez sua maior particularidade.

No marco dos 20 anos sem a presença física de Armando, o GEOPO disponibiliza um acervo virtual de grande parte de seus textos. Nossa intenção primeira é a de manter o legado e a memória daquele que antecipou questões que hoje estão no centro do pensamento geográfico.

Esse espaço será constantemente atualizado.

 

Vídeo em sua homenagem: 

Prof Armando, seu piano e sua Geografia

 

Evento em sua homenagem:

Armando Correia da Silva: Filosofia, Geografia e Arte (2008)

 

Fortuna Crítica: 

Por André Roberto MartinArmando Corrêa da Silva e a “geografia do futuro”

Por Eliseu Saveiro SpositoPor Armando Corrêa da Silva. Em busca do futuro do pretérito

Por Eliseu Saveiro SpositoHomenagem aos que se foram. Armando Corrêa da Silva

Por Zeno Soares Crocetti: Armando Corrêa da Silva o filósofo da geografia

Por Elvio Rodrigues MartinsAs dimensões do geográfico: diálogo com Armando Corrêa da Silva

Por Marquessuel Dantas de Souza Silva: Uma singela homenagem ao eminente professor geógrafo Armando Corrêa da Silva

Por Wagner Costa Ribeiro: Um breve relato sobre Armando!

 

Documentos: 

Memorial para Titular 1989

Currículo Vitae (provavelmente do início da década de 1990). 

Currículo Vitae (provavelmente do fim da década de 1990). 

Jornal de 1959

Jornal de 2000

Diplomas

 

Textos digitalizados: 

Os textos digitalizados e reunidos nessa biblioteca têm como propósito a divulgação dos escritos do Armando, não possui fins comerciais. 

Caso você leitor, pesquisador, professor e aluno tenha algum texto do Armando compartilhe conosco, enviando-o para o e-mail do GEOPO: labgeopo@usp.br 

 

Textos impressos: 

  • A geografia econômica segundo Karl Sapper. São Paulo: Instituto de Geografia, p. 10-15. n. 5, 1970. 
  • Notas sôbre o método científico e a observação em geografia. 1971
  • Sitio urbano de São Sebastião : primeiros estudos. 1971
  • Ciência e valor em geografia. Métodos em questão, 4. 1972.
  • Um bairro de trabalhadores do litoral norte do estado de São Paulo. Geografia Urbana, IG, 11. 1973.
  • O litoral norte do Estado de São Paulo. São Paulo: IG/USP, 1975. (Tese de Doutorado). 
  • Uma proposição teórica em geografia. Métodos em questão, 13. 1976.
  • O conceito de espaço. Anais do 3º. ENG/Ceará, 1978.
  • Teoria e método da pesquisa em Geografia.  Borrador, n 1, 1982.
  • A Metrópole ampliada e o bairro metropolitano. O caso de São Paulo: o bairro da Consolação. São Paulo: FFLCH-USP, 1982. Tese (Livre docência) - Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1982.
  • O espaço como ser: uma auto-avaliação crítica. in: MOREIRA, R. (Org.). Geografia: Teoria e Crítica, Petrópolis: Vozes, 1982.
  • O Valor do Solo Urbano. 5º ENG Anais. Porto Alegre: Edições AGB, 1982, p. 402-405.
  • Fenomenologia e Geografia. Orientação Nº 7. 1986. P. 53-56.
  • Apresentação, in Teoria e Método, Seleção de Textos Nº 10, São Paulo: AGB-DEN, 1985.
  • Geografia dos sujeitos. Seleção de textos. AGB, São Paulo, n.10, 1985
  • Geografia da população uma experiência didatica e pedagogica.  Encontro Nacional de Geografos, 1986.
  • O Pós-Marxismo e o Espaço Cotidiano. Comunicação apresentada na 39ª Reunião Anual da SBPC, 1987.
  • Para onde vai a Geografia? Encontro Nacional de Geógrafos, 1990.
  • Ciência e tecnologia no contexto mundial. Encontro Nacional de Geógrafos, 1992.
  • O modo de pensar do geógrafo. 1993
  • A Produção do Espaço e Valor. Anais do 5º CBG. Curitiba: Letra das Artes, 1994, p.301-307.
  • Ponto de vista : o pós-marxismo e o espaço cotidiano. 1995. in: Territórios do cotidiano : uma introdução a novos olhares e experiências, Porto Alegre : UFRGS/UNISC. 
  • Pós-vanguarda e novo conteúdo. 1996
  • Contribuição à crítica da crise da geografia. 1996 in: Novos Rumos da Geografia Brasileira, São Paulo : Hucitec.
  • Milton Santos situa a geografia na modernidade. In: Jornal da Tarde, São Paulo, 1996.
  • O papel do terceiro mundo : comentário do conteúdo do projeto e relação bibliográfica preliminar. 1998
  • O mercado mundial e a alocação de capital e trabalho. 2002. (1993) in:  O novo mapa do mundo: natureza e sociedade de hoje: uma leitura geográfica, São Paulo : Hucitec/Annablume, 2002.
  • A Geografia e a totalidade estrutural em crise de fundamentos, s/d, mimeo. p. 42.
  • 28

 

Pesquisadores Orientados em Mestrado e Doutorado: 

 

ACS

Fonte: Plataforma Acácia

Títulos dos trabalhos orientandos: 

1º  Odeibler Santo Guidugli. A geografia da população urbana: aspectos teóricos e o caso de Marília - SP.  Tese. 1980

2º Wanderley Messias da Costa. O Processo Contemporâneo de Industrialização: um estudo sobre a expansão industrial em território paulista. Mestrado. 1982.

3° Aparecida Maria Perdigão Rodrigues. Renda da terra, trabalho, espaço e capital - os tiradores de leite de Catucaba - SP. Mestrado. 1983

4º Eliseu Savério Sposito. Migração e permanência das pessoas em cidades pequenas: os casos de Pirapozinho e Álvares Machado na Alta Sorocabana/SP. Mestrado. 1983. 

5° Antonio Carlos Robert Moraes. Contribuição para uma História Crítica do Pensamento Geográfico: Alexandre Von Humboldt, Carl Ritter e Friedrich Ratzel. Mestrado. 1983. 

6° André Roberto Martin. O Bairro do Brás e a deterioração urbana. Mestrado. 1984.

7º Amelia Luisa Damiani. Na Busca das Favelas o Encontro do Peão que Permanece - As Favelas de Cubatão num quadro de desenvolvimento do centro petroquímico-siderúrgico. Mestrado. 1984. 

8º  Wanderley Messias da Costa. Geografia política e geopolítica discursos sobre o território e o poder. Tese. 1990.

9° Antonio Carlos Robert Moraes. Bases da formação territorial do Brasil o território colonial brasileiro no longo século XVI. Tese. 1991. 

10º Regina Celia Correa de Araujo. No meio da multidão um diálogo entre Mário de Andrade e a geografia. 1992. 

11° Zila Pedroso Mesquita. Antenas, redes e raízes da territorialidade. Tese. 1992.

12° Agnes Fernandes. Instrumentos de politica fundiária urbana: o técnico e o politico na questão do uso do solo. Mestrado. 1993. 

13° Rosana Figueiredo Salvi. Estudo do tempo na geografia humana brasileira como uma categoria do método. Tese. 1993.

14º  Adriana de Almeida Colvero. A Representação do Imaginário: Geografia e Teatro. Mestrado. 1993. 

15º André Roberto Martin. As fronteiras internas e a "questão regional" do Brasil. Tese. 1993.

16º Ruy Moreira. Espaço, corpo do tempo. Tese. 1994.

17º  Elvio Rodrigues Martins. Da geografia a ciência geográfica e o discurso logico. Tese. 1996. 

18º Iole Iliada Lopes. O lugar da razão e a razão do lugar uma aproximação preliminar entre a teoria da ação comunicativa de Habermas e a Geografia. Mestrado. 1997. 

19º  Werther Holzer. Um estudo Fenomenológico da paisagem e do lugar a crônica dos viajantes no Brasil do século XVI.  Tese. 1998. 

20º  Delacir Aparecida Ramos Poloni. A política educacional no Brasil e o ensino de geografia caminhos e descaminhos. Tese. 1998. 

21º Raul Borges Guimarães. Saúde pública e política urbana memória e imaginário social. Tese. 2000. 

22º Rosana Figueiredo Salvi. A Questão Pós-Moderna: Tentativa de Contribuição para uma Epistemologia da Geografia Humana. Tese. 2000.

 

 

Livros: 

ACS

  

 

Registros fotográficos: 

 

ACS

Armando em Junho de 1991, em São Paulo. Fonte: Geocrocetti

ACRM ACR

Antonio Carlos Robert Moraes e Armando no EGAL de 1997 na cidade de Buenos Aires. Fonte: Terra Brasilis

AGB

2º Encontro Nacional de Geógrafos-ENG em 1976. No canto direito temos Armando e Wanderley. Acervo: GEOPO.

ACS

Carlos Walter, Ruy Moreira, Wanderley e Armando no IV ENG em 1980. Acervo: GEOPO.

eng

Ana Fani, Sandra Lencioni, Antonio Carlos Robert Moraes e Armando no ENG de 1980 na PUC-RIO. Fonte: Lergeo

WMC

Armando presidindo a banca de defesa de doutorado de Wanderley Messias da Costa em 1991. Fonte: Wanderley. 

ACS

Armando na USP. Fonte: FFLCH.

AGB

Armando no 8º Encontro Nacional de Estudantes de Geografia, 1994. Fonte: memoriadageografia

SL ACR

Lançamento do livro Região e Geografia da Profª Drª Sandra Lencioni com a presença do Prof. Dr. Armando. Fonte: Lergeo 

ACS

Armando em Junho de 1991, em Curitiba, presidindo a RGC. Fonte: Geocrocetti

ACS

Armando em Junho de 1991, em Curitiba, presidindo a RGC. Fonte: Geocrocetti

ACR

Armando em sala de aula com os alunos Renato e Mara em 1998. Fonte: Renato Muniz

ACS

Renato Muniz e Armando dentro de um ônibus em 1998. Fonte: Renato Muniz